A falta de compreensão da importância deste assunto pode afastar as pessoas da ideia de ser um doador de medula, afetando portadores de doenças que necessitam de transplante, como a leucemia, por exemplo. Para se cadastrar no banco de doadores, basta procurar um hemocentro, preencher o cadastro e tirar uma amostra de sangue. O doador só é acionado caso haja compatibilidade com algum paciente, o que torna tão importante a atualização constante dos dados de contato.